Mantenha mente sã e corpo em equilíbrio com um pouco de ar: respire!

A vida moderna nos impõe uma corrida contra o tempo e um desgaste que só vamos nos dar conta quando o corpo pifa. Não é preciso chegar a este estágio de estafa para buscar ajuda. O alento pode estar mais próximo do que você imagina: sua própria respiração.

Estados ansiosos e situações de estresse deixam nossa respiração ofegante, com falta de oxigenação no cérebro e, portanto, um simples respirar fundo contando até dez pode ser a diferença entre uma boa ou má escolha.

Estados mais graves, como quadros de fibromialgia, insônia e ansiedade crônica junto ao endurecimento muscular podem ter o tratamento associado com os exercícios de respiração, que vão colaborar com o equilíbrio e melhora consciente entre corpo e mente.

Por onde começar?

Comece prestando atenção em como você respira. Infla mais os pulmões ou o diafragma? Para facilitar entender onde fica o diafragma, pense como se fosse explicar isso a uma criança. Pergunte se ela ao respirar fundo cresce mais os ombros ou a barriga? A intenção é que você comece a respiração consciente inflando mais vezes “a barriga”, ou seja, o diafragma.

Ao dominar, conte diferentes tempos: inspira em um tempo e solta em um. Continue: respire em dois e expire em dois. E assim por diante crescendo os tempos. Para um estágio mais avançado, você pode segurar o ar nos pulmões em tempos iguais: respire três, segure três segundos e expire em três.

A Yoga, o alongamento consciente e o pilates são modalidades que permitem o autoconhecimento e usam muito a respiração como parte do exercício. Eles promovem o aumento da capacidade respiratória aliado às técnicas posturais para uma vida sem dor.

O professor da Praktika César Ignacio explica as vantagens de fazer os exercícios de respiração.  “A respiração é para quem busca dar uma desconectada do mundo externo e se reconectar com o presente e o interno. O legal é começar praticar ‘o aqui e agora’, mesmo que esteja em movimento. São várias técnicas para alcançar isso e perceber o mundo em volta”. 

Ele também enfatiza que não é preciso muito. “Pode fazer os exercícios de respiração em pé, sentado ou deitado. Com luz acesa ou apagada, respeite seu ritmo e se sentir alguma tontura inicial pare, respire normalmente e volte a fazer depois que passar. Isso acontece pois oxigenou demais um cérebro que não estava mais acostumado com isso”, ressaltou César.

Barriga negativa

A respiração não só ajuda a combater a ansiedade e ampliar as percepções, como também pode beneficiar seu corpo também de forma estética. A sonhada “barriga negativa” pode ser adquirida com a nova modalidade oferecida pela Praktika, a ginástica hipopressiva, que além de trazer beleza tem a finalidade de auxiliar para a diminuição da pressão intra-abdominal e torácica, colaborar com a garantia da capacidade respiratória, proporcionando força, flexibilidade e bem-estar para uma vida com mais qualidade.

Os exercícios da Hipopressiva Praktika colaboram para a ativação automática dos músculos do períneo e da faixa abdominal, atuando na melhora das tensões dos músculos respiratórios e dos músculos antigravitacionais hipertónicos, melhorando então o tônus muscular, a postura e ainda faz uma descompressão dos discos vertebrais, melhorando também as dores pélvicas e lombares.

Venha se beneficiar de todos os resultados que a respiração pode trazer. Aprenda em nossas aulas:

– Yoga:  segundas às 8h e às 16h | quartas às 8h e às 16h | sextas às 8h.

– Alongamento: segundas e quintas às 19h | quartas às 15h.

– Hipopressiva: quintas-feiras às 18h.

– Pilates: terças e quintas aulas às 6h, 7h ou 15h | quartas e sextas às 18h.